editado
editado

Acredito no amor como a melhor forma de expressão.

O feito a mão é uma característica muito presente no meu trabalho. Pra mim ele representa afeto, e é nisso que acredito.

Comecei com quatro anos em uma escolinha de artes apaixonada pelos trabalhos em argila. Adorava aquele barro frio, de cor linda, que a gente ia mexendo e transformando com as mãos. Além desse meu contato com a arte, existia uma criança bastante observadora e introspectiva. Penso que daí vem o meu olhar apurado para as imagens, para a estética de uma forma geral, resultando no meu interesse pelo design. 

O design está em tudo. Nos objetos, nas roupas, nos espaços. Muito do meu olhar sobre os espaços vem da minha mãe, que montou mais de vinte casas ao longo da vida, reutilizando móveis e organizando os ambientes para que o acolhimento sempre fosse percebido. Foi assim que eu fui convidada a ter um olhar mais artístico, tanto para objetos quanto para pessoas.

Minhas inspirações vêm de diferentes lugares. Todos os acontecimentos refletem nas estéticas que nos rodeiam e uso a moda como ponto de partida. Estudei Design de Moda e Tecnologia no Rio Grande do Sul, Brasil. Foram quase cinco anos de faculdade onde eu dava tudo de mim em cada mini projeto, independente da sua relevância. Todo projeto era importante. Eu gostava de desenhar, escrever, costurar, analisar, montar e, mais do que tudo, eu amava os desafios. E é assim até hoje. Como vejo possibilidade em tudo, desafios representam novas perspectivas de criação e novas histórias a serem contadas.

Sou uma designer livre.

Sei de onde eu vim e onde quero chegar através das criações.

Gosto de materializar ideias, sem isso não sei ser.

Gosto das versões desconstruídas, do desconhecido, do contemporâneo, de cores e texturas que, juntos, podem resultar em estéticas únicas. 

Pensar na sustentabilidade é algo essencial nos meus projetos. Criar em cima do que se tem, transformar reaproveitando materiais e ressignificando-os. 

Uso do trabalho manual para enaltecer a beleza do que é feito por mãos de verdade.

O conceito é algo importante. Sempre parto dele para pensar uma história, e contá-la através de uma linguagem estética (objetos, cores, texturas, imagens, estampas) é o que me deixa realizada. 

Por isso, trabalho há mais de 15 anos com design de produtos e narrativas visuais para marcas de moda. Acredito que é possível criar projetos originais, autênticos e verdadeiramente alinhados ao dna das marcas. É aqui que entra o coração, o afeto e a emoção, quando coloco em prática minha essência e experiência , quando mergulho de corpo e alma nos projetos. Tudo pelos melhores resultados.

editado
editado
5 (54)_edited.png
Carolina Motta Nunes
5 (53)_edited.png
editado
editado